Amanda Araújo

    A compra de imóvel é um momento especial na vida das pessoas, deve ser feita com muito cuidado para que seja comprado o imóvel que atenda melhor as necessidades que você e sua família procuram, dentro, é claro, do orçamento previsto (entenda um pouco mais acessando este link).

        Para este texto nós vamos considerar que a necessidade de compra já foi identificada, bem como a decisão de compra já foi tomada. Então como devo fazer? Quais os próximos passos que devo realizar? Sugerimos seguir os passos abaixo:

1º passo: confirmar o motivo para compra, saber qual necessidade o seu imóvel atual não atende e qual ou quais necessidades precisam ser atendidas. Neste link temos um material bem bacana que pode ajudar;

2º passo: identificar o orçamento que terei, considerando valores disponíveis para entrada, valor máximo de parcela mensal, FGTS, financiamento ou outros. Esta etapa é muito importante, pois vai ser a base do início das buscas;

3º passo: já que você identificou o que quer e o que precisa, qual o seu orçamento e como pretende pagar, sugerimos que você faça uma planilha do tipo Excel e deixe espaço para informações como: imóvel, link, preço, localização, características e observações a respeito de suas impressões sobre o imóvel em questão. De posse desta planilha, comece suas buscas, primeiramente no site, Google e principais portais imobiliários (Viva Real, Zap, Imovelweb e Chaves na Mão);

4º passo: agora com os imóveis pré-selecionados, chegou a hora de entrar em contato com as imobiliárias e começar a visitação aos imóveis. Sugerimos selecionar entre 3 e 4 imóveis por vez e caso depois da visita nenhum agrade, selecione outros 3 ou 4. Querer visitar muitos imóveis de uma vez não é a melhor escolha, a partir do terceiro você já não conseguirá ver com bons olhos e identificar todas características do imóvel;

5º passo: você já escolheu o imóvel, possui condições de compra, a decisão foi tomada e agora que chegou a hora de realizar a proposta de compra não perca tempo, faça a sua proposta de maneira formal, por escrito e assinada e com sinal de negócio (arras), só assim você garantirá o imóvel pelo qual você tanto buscou. Destacamos que a proposta deve ser realizada por escrito, com dados completos e detalhe de como você pretende pagar, assim como alguns condicionantes, como o que ficará no imóvel, prazo para desocupação ou alguma particularidade que seja importante para a concretização do negócio. Neste link tem também um material com orientações de como fazer a proposta;

6º passo: a proposta foi aceita! Qual o próximo passo? Bom, se tiver financiamento e ou uso de FGTS, vá ao banco para formalizar o processo de financiamento, o qual recomendamos a contratação de um despachante, que não é imprescindível, mas ajuda e agiliza o processo. Depois de formalizada a questão do crédito imobiliário, será feita a vistoria do imóvel e o contrato de financiamento com poder de escritura, o qual será assinado. Assim que o banco devolver o processo assinado, o contrato de financiamento deve ir a registro. Caso a compra seja à vista, se faz a escritura no cartório e o próprio cartório leva a registro no registro de imóvel e pronto! O imóvel é seu assim que sair a matrícula em seu nome.

        Com este breve roteiro você já consegue identificar um processo estruturado que vai ajudar em uma busca mais certeira. Também temos diversos materiais que ajudam na sua jornada de compra, passam informações e conhecimento. Visite o nosso SITE.

Um abraço,

Amanda.

Amanda Araújo

É estudante de Comunicação Organizacional da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Categorias